3 de jul de 2018

Trecho 25


Hoje no ontem,
daquele amanhã,
eu tive um sonho.
Ele foi arquitetado
e gentilmente tachado
no presente que não existe.

Um coração 
que não nasceu


Nenhum comentário:

Postar um comentário